Reajuste de imposto e a insatisfação da população

Com as vendas de final de ano batendo nas portas dos varejistas, é hora de pensar como garantir bons resultados. Começando com as vendas de Black Friday, o período de final de ano é intenso, nós sabemos.

Por isso mesmo, criamos este artigo, compartilhando alguns itens nos quais seu negócio deve ficar de olho para não perder oportunidades de vendas ou sofrer com fraudes na Black Friday e outros ataques tão comuns neste período.

A seguir, listamos três grandes pilares relacionados aos pagamentos aos quais você deve estar atento para ter uma Black Friday e Cyber Monday tranquilas e com resultados positivos. Vamos lá!

Durante o período de pico de vendas, todos os negócios querem o mesmo: atrair consumidores e efetuar uma venda. Como você bem sabe, atrair e convencer o consumidor a realizar uma compra com o seu negócio é uma tarefa bastante árdua, especialmente com toda a competição destas semanas.

Com a parte mais difícil realizada, chega o passo mais importante: não perder uma venda quase consolidada. Problemas na hora do pagamento são algumas das barreiras mais comuns neste momento.

Contar com uma plataforma de pagamentos recheada de diferentes soluções é essencial. Algumas que podem salvar sua Black Friday são:

Adapte-se ao emissor: cada banco emissor prefere receber informações de determinada forma para aprovar pagamentos. Uma ferramenta que seja capaz de aprender essas preferências aplicando tecnologia pode ser a diferença entre ter um pagamento negado ou aprovado;
Tente novamente: às vezes, uma solicitação de pagamento negada pode ser revertida. Por isso, é importante contar com uma solução de retentativa automática, buscando minimizar o número de pagamentos rejeitados;
Atualização automática de dados antigos: já é possível contar com soluções que buscam dados atualizados de um cartão armazenado que já esteja vencido. Com isso, você recupera vendas que seriam perdidas por informações não atualizadas.

Outro ponto importante de atenção para obter mais conversão é no processo de checkout e pagamento do cliente. É importante que ele seja o mais fluido possível e com muita transparência. Isso passa confiança ao consumidor e gera taxas de conversão mais altas.

Um exemplo disso é o 3DS2, protocolo para autorização de pagamentos online, como o débito. A versão anterior dessa autenticação pedia muitos passos e mudança de aplicativo por parte dos compradores, o que gerava desconfiança e, consequentemente, uma quantidade alta de abandono de carrinho.

Comece agora com Revizia

Entre em contato conosco e agende um diagnóstico